Notícias locais

11 de dezembro de 2017

Palestra


Sincomercio Marília recebe palestra sobre Precificação

Para quem sabe como etiquetar produtos, fazer publicidade e arrumar a vitrine de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, não é necessário participar da próxima palestra do Sincomercio Marília. Para todas as demais que querem conhecer as normas de fixação de preço, códigos de barra e as diversas exigências para os estabelecimentos comerciais, o Procon de Marília irá trazer em 14 de dezembro, a partir das 19h, orientações para se adequar a essas exigências.
Com o tema ‘Como se adequar corretamente a Lei de precificação para evitar penalidades’, a palestra acontece no auditório do Sincomercio. Atividade é voltada para empresários, gerentes, funcionários e contabilistas.
Ao participar da palestra, que é gratuita, os participantes serão orientados por Guilherme Moraes, coordenador do Procon em Marília sobre a lista de normas do Código de Defesa do Consumidor que tem regras para publicidade, realização de promoções, prazos para reclamação, ofertas e vários outros assuntos que integram o dia a dia do varejo.
“Com um conteúdo focado na melhor gestão e aplicação correta dos conceitos sobre preços, a palestra irá oferecer alternativas para deixar a precificação mais eficiente, com preços atrativos aos clientes e, ao mesmo tempo, sem perder a rentabilidade do negócio. Agradecemos o Procon de Marília por trazer orientações relevantes que irão contribuir para o sucesso dos negócios” destaca Pedro Pavão, presidente do Sincomercio Marília.
Inscrições podem ser realizadas no Sincomercio Marília, localizado na Avenida Carlos Gomes, 427 ou pelo telefone (14) 3316-2220

Lei
A precificação é o ato de se estabelecer valor para determinado produto ou serviço. Segundo o Código de Defesa do Consumidor (Lei 8078/1990) a precificação compõe relação de quesitos indispensáveis para a manutenção de uma boa relação de consumo, estando prevista em inúmeros dispositivos legais. O principal objetivo da precificação é o de garantir ao consumidor, clareza, exatidão, correção e visibilidade das informações prestadas sobre o preço dos produtos e serviços. Os estabelecimentos são passíveis de fiscalização e, caso sejam encontradas irregularidades causam muitos transtornos como multas decorrentes pela infração.

Voltar para Notícias