Notícias locais

4 de junho de 2020

Sesc apresenta obra de Marília, gera empregos e megainvestimento


Sesc, Sincomercio e autoridades apresentam obra da unidade de Marília

A maior obra de lazer e cultura de Marília foi lançada oficialmente nesta quinta-feira com presença de técnicos e autoridades: o Sesc Marília, um projeto com 104 mil m² e investimentos de até R$ 70 milhões, começa a virar realidade.

A apresentação oficial do projeto reuniu representantes do Sesc-SP; da Citycon Engenharia, responsável pela obra; do Sindicato do Comércio Varejista, Prefeitura, Câmara e Sindicato dos Empregados no Comércio.

A obra começa com etapa de terraplanagem e detalhes de organização do terreno e montagem da estrutura básica dos serviços. Tem aproximadamente 30 trabalhadores nesta fase inicial e pode chegar a 140 empregos no pico de atividades.

A previsão é entregar todo o projeto em três anos, no primeiro semestre de 2023. O Sesc vai oferecer pacote de serviços para toda a comunidade e atendimento especiais para comerciários e trabalhadores dos setores de serviços e turismo – incluindo restaurantes, bares e hotéis.

A obra é toda financiada com recursos do sistema S, mantido por contribuições recolhidas pelas empresas do comércio, serviços e turismo.

OBRA HISTÓRICA

O presidente do Sincomercio Marília, Pedro Pavão, fez muitos agradecimentos e destacou apoio de pessoas que influenciaram o investimento..

“Agradeço ao presidente da Fecomercio, Abram Szajman,  um grande amigo que teve a sensibilidade para o momento de investir em Marília; ao superintendente Danilo Santos Miranda; ao meu amigo e diretor Sérgio José Bastitelli, que desde o início foi um grande apoiador, além do engenheiro Fernando Correa e dos profissionais que acompanham esta obra: Waynne, Pedro, Fernando, Fábio e Maurício.

Pavão destacou que o início da obra é histórico e ganha ainda mais importância pelo momento que o país vive.

“Em um momento tão difícil, ver esse investimento e compreender todo o impacto que ele vai ter na vida da cidade é uma notícia muito boa”, disse Pavão.

Além dele, o vice-presidente do Sindicato, Eduardo Kawakami, e o diretor Paulo Querino Paixão, acompanharam a apresentação oficial.

“A gente sabe que aonde o Sesc chega muda o entorno da cidade, gera uma sinergia em toda a volta da comunidade, melhorar o ambiente, o Sesc traz melhoria e qualidade de vida”, disse o engenheiro Pedro Correa, que acompanha a obra pelo Sesc.

O prefeito Daniel Alonso afirmou que a construção do Sesc é a segunda maior obra da cidade, atrás apenas da obra de implantação dos sistemas de tratamento de esgoto.

“É uma obra de R$ 70 milhões, de impacto regional muito grande, de muitos serviços para trabalhadores, e o projeto arquitetônico mais bonito que eu já vi”, afirmou Daniel.

O presidente da Câmara de Marília, Marcos Rezende, destacou apoio dos vereadores em todo o processo. “Lembro que este era um sonho, uma obra que vai agregar serviços, benefícios, desenvolvimento, qualidade de vida, e a Câmara soube enxergar isso também.”

Mário Herrera, presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio, destacou que é um momento muito feliz. “É um marco para Marília e para os comerciários de Marília.”

FICHA TÉCNICA

O Sesc vai ocupar grande área entre as ruas Pedro Serem e Antônio Galina, no bairro Portal do Sol. São 104 mil metros quadrados de terreno, incluindo uma grande área de preservação permanente que antes da construção já recebeu investimentos em recuperação e plantio.

A área construída coberta e descoberta vai atingir 21.105,10 m². e inclui teatro, clínica odontológica, conjunto aquático com piscina semiolímpica, recreativa e infantil, ginásio, minicampo, quadra de areia, área de convivência e exposições, espaço de tecnologia e artes, biblioteca, turismo social, ginástica multifuncional, comedoria/lanchonete, entre outras atividades.

O projeto prevê uma unidade sustentável com aquecimento de água através de placas solares, sistema fotovoltaico de geração de energia, reuso de águas pluviais, estação de tratamento do esgoto, iluminação de LED e recuperação ambiental de área de preservação permanente.

Voltar para Notícias
Notícias relacionadas